Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

Virgem Suta - Linhas Cruzadas

 

Reajo a esse incomodo olhar,
nem quero acreditar
que vem na minha direcção.
Há dias que estou a reparar
nem queres disfarçar,
roubas a minha atenção.
Aprecio o teu dom de tornar,
tanto o meu rir como o meu falar
numa total confusão.
Confesso que só de imaginar
que te vou encontrar
me sobe à boca o coração.

 

E falas de ti, e falas do tempo
prolongas o momento de um simples cumprimentar.
Falas do dia, falas da noite,
nem sei o que responda, perdido no teu olhar.

 

É certo que sempre ouvi dizer
que do querer ao fazer
vai um enorme esticão.
Mas haverá alguém quem possa possa negar
que querer é poder e o nunca é uma invenção.
Bem sei que este nosso cruzar
pode nem passar de um capricho sem valor
mas por que raio hei-de evitar
se esse teu ar trouxe ao sangue calor.

 

E falas de ti, e falas do tempo
prolongas o momento de um simples cumprimentar.
Falas do dia, falas da noite,
nem sei o que responda, perdido no teu olhar.

 

publicado por estanah0ra às 21:19

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

09 de Novembro de 1984/2009

TA TA I TA TÉ TÉ! :p 

 

Anos...

publicado por estanah0ra às 13:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Daqui a umas horas...

Daqui a umas horas la estarei eu a ver este grande grupo.

publicado por estanah0ra às 19:21

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Borboleta

 
Se eu largar eu sinto a sua falta
Se eu agarro ela perde a côr
Ela não é dos meus dedos
É dos meus medos

E faço-me passar por uma flor
Tento imaginar o que ela diz
À espera de aprender

À face da rua existe a lua
Mas não é tua
À margem da estrada não há nada
Mas já te agrada
Tu és o teu mundo
Tu és o teu fundo
Tu és o teu poço
És o teu pior almoço
És a pulga na balança
És a mãe dessa criança
És o mal
És o bem
És o dia que não vem

Agora pára de fazer sentido
Não vês que assim estás a pisar fora da estrada
Vê se agora páras de fazer sentido de uma vez
Não vês que nada nos dirá mais do que nos diz nada

Vê que o meu coração ainda salta
Quer e julga ser capaz
Não o faça por meus medos
Faça nos dedos
E eu fico para ver o que ele faz
Sem imaginar o que eu não fiz
À espera de viver

À face da chama existe a fama
Mas não te ama
À margem do nada não há estrada
Já não te agrada
Tu és o teu preço
És a tua glória
Tu és o teu medo
És a parte má da história
Vê que o sol ainda brilha
Ainda tem por onde arder
Não é mau
Não é bom
São razões para viver


Agora pára de fazer sentido
Não vês que assim estás a pisar fora da estrada
Vê se agora paras de fazer sentido de uma vez
Não vês que nada nos dirá mais do que nos diz nada

Se eu largar eu vou sentir a sua falta

Tu és tu sempre que tu és
És mesmo tu quando pensas que és outra coisa
E tu pensas que não mas tu és mesmo bom a ser sempre
Quem és
Daí o teu motivo ser inapagável
Daí o teu desejo ser incontornável
O prazer é tão maleável
Daí o seu valor ser inestimável
 
Manel Cruz

 

Adorei esta música, tem muitas palavras que fazem sentido e é bonita!

Este senhor tem talento.

publicado por estanah0ra às 23:08

link do post | comentar | favorito
|

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Crónica de João Quadros n...

. Até sempre*

. Adoro <3

. De volta.

. Homem

. Pascoa e 25 de Abril!

. F.C.PORTO CAMPEÃO NACIONA...

. Uma certeza..

. Demissão do 1º Ministro

. Primavera

.Arquivos

. Abril 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.Links

blogs SAPO

.subscrever feeds